Agbook

F A C T U M

GRAVURAS DIGITAIS

Por: OSCAR KELLNER NETO

“Parabéns, Oscar. Com a cor e a luz você caminha pelas veredas da criação artística. É um prazer contemplar, sentir, dialogar com cada um dos seus trabalhos.

Segunda, dia 18, quando olhava seus trabalhos do livro SIGNUS (estava em “Flutuir”), chegaram três pessoas aqui em casa. Neste momento estava pensando no porquê de minhas percepções das gravuras. Por que me afetam? Será que todas as pessoas sentem algo ao observá-las? Que emoções despertam?

Acho que o título das mesmas sugere um certo modo de olhá-las, apesar disso acredito que múltiplas interpretações podem surgir porque as formas, pelo fato de serem inexistentes em nossa experiência cotidiana, levam-nos a um mergulho em nós mesmos.

Levada pela curiosidade, mostrei-lhes sua gravura “Flutuir” (não a escolhi, estava nela quando eles chegaram) Perguntei-lhes se gostavam, disseram que sim, com seu linguajar típico: Legal!

Neste momento pedi-lhes que me dissessem o que sentiam olhando a gravura.

Uma delas, MJ, disse - Eu sinto angústia. É como se alguma coisa precisasse sair, e não pudesse. Acho que sou eu, enrolada em um tapete desfiado.

... esse rápido encontro com essas três pessoas me fez pensar muito a respeito do seu trabalho. Achei interessante MJ dizer que era ela enrolada em um tapete, querendo sair. Ela me pareceu uma pessoa sofrida. Creio que expressou, com a sua interpretação da gravura, (consciente ou inconscientemente) o que sente da sua própria vida. O que você acha? Acredito que estou certa com relação a MJ. Será que estou extrapolando? Será que estou metendo o bico e inserindo interpretações psicológicas quando elas deveriam ser apenas artísticas? Ou será que é o seu trabalho que explode no mundo gerando múltiplas visões? Ou será que elas se tornaram autônomas depois de publicadas, afetando as pessoas de maneira, talvez, ignorada pelo artista que as criou? Será que, como os livros, elas se prestam a diversificadas leituras? Tenho certeza de que sim. Espero que você me responda, dando-me a sua opinião. Desculpe-me se fui ousada fazendo essa interpretação. Como já disse, fui levada pela curiosidade. O que eu vejo e sinto ao visitar o seu trabalho eu já sei, queria saber se outras pessoas sentiam o mesmo e viam, além da beleza das formas criadas pela luz e pela cor, os seus conflitos, suas contradições, suas crenças, o seu próprio “eu”.”

Marlene Becker - escritora, poeta.

Impresso
R$ 94,11

Ebook (PDF)
R$ 17,22

Tema: Artes, Poesia, Belas Artes, Cor, Gravura Palavras-chave: -, abstrata, abstrato, arte, digital, gravura, lÍrico

Características

Número de páginas: 130
Edição: 1(2013)
Formato: Quadrado 200x200
Coloração: Colorido
Acabamento: Brochura s/ orelha
Tipo de papel: Couche 90g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.