Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

Revisando a Revisão: Genocídio americano: a Guerra do Paraguai

Esta página foi vista 568 vezes desde 10/04/2014

de J.J. Chiavenato

Por: SILVÂNIA DE QUEIRÓZ

Em 1979, no momento em que lançava a “Abertura lenta, gradual e segura”, a ditadura militar foi profundamente constrangida pela publicação, pelo jornalista Julio José Chiavenato, de Genocídio americano: a guerra do Paraguai, que alcançou inesperado sucesso, sem qualquer divulgação pela grande mídia.

A denúncia do conflito como enorme crime do Império do Brasil e de seu exército, contra um pequeno país que, segundo o autor, destoaria nas Américas pelo desenvolvimento econômico e social autônomo, em independência e em contradição com o imperialismo inglês, conquistou os corações de multidões de leitores, que certamente viram nele também um ajuste de contas com os malfeitos, disparates e hipocrisias praticados pelos altos oficiais das forças armadas no governo do Brasil.

Um impressionante fogo de artilharia foi lançado contra as defesas mais frágeis do livro ímpio, com destaque para a tese de uma guerra livrada pelo Império do Brasil, pela Argentina mitrista e pelo Uruguai florista por conta do poderoso imperialismo britânico.

Vinte anos mais tarde, sob o domínio plena da maré neoliberal que avassalou o mundo, Genocídio americano encontrava-se já no mais profundo dos infernos da historiografia nacional, para eterno olvido e uma mais fácil educação das novas gerações sob os preceitos de verdadeira restauração da velha historiografia nacional-patriótica, requintada por historiadores profissionais, à sobra das benesses propiciadas pelo Estado.

Em A revisão da revisão: o Genocídio americano, de J.J. Chiavenato, Silvânia de Queiroz volta-se sobre o livro maldito, procurando desvelar, com os instrumentos da epistemologia histórica, as razões profundas de seu sucesso, por além de seus hiatos, tropeços e limitações. Assim, restabelece o importante papel do livro, nos seus indiscutíveis limites, para a cultura e a historiografia brasileira. Ainda que por linhas tortas.

A partir da apresentação de Mário Maestri.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 46,51

Ebook (PDF)
R$ 17,65

Tema: Geografia E Historia, Historiografia Palavras-chave: americano, do, genocídio, guerra, paraguai

Características

Número de páginas: 368
Edição: 1(2014)
Formato: A5 148x210
ISBN: 9788567542065
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.