Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

Grandes Entrevistas II

Raul Seixas

Por: Isaac Soares de Souza

A história do rock´n´roll brasileiro, quando realmente for escrita, se é que algum dia o será, pois já estamos no ano 2015, e apenas fragmentos dela foram rascunhados, parecerá sem sombra de dúvidas, com uma biografia simples de Raul Seixas, pois além dele nenhum outro artista dentro desse segmento musical, atingiu o grau filosófico e mítico que a obra de Raul atingiu. No Brasil nenhum artista jamais ousou tanto e com tamanho sarcasmo e inteligência. Nenhum cantor/compositor ousou encarar o Monstro Sist de peito aberto, sem medo. Nenhum artista viveu, de fato, o que cantava. Foi o mago Raulzito quem levou, praticamente sozinho, a bandeira do rock feito no Brasil nas últimas décadas que antecederam sua morte. Raul varava as noites em claro sem conciliar o sono, pois não admitia a possibilidade de um homem dormir confortavelmente, enquanto outro ser humano dormia esfomeado e tiritando nas calçadas, nos guetos, sob as marquises... Desde a infância rebelde em Salvador, até seu triste desaparecimento em 21 de agosto de 1989, Raul viveu e sofreu na carne tudo o que o verdadeiro espírito do rock exige de quem almeja representá-lo pelas estradas das almas solitárias. Primeiro filho de um engenheiro ferroviário e de dona-de-casa, viveu sua infância entre livros de ficção e filosofia. Seus primeiros contatos com o rock´n´roll aconteceram numa época em que os jovens brasileiros mal se davam conta daquele ritmo tribal que começara a invadir e sacudir os EUA através de Chuck Berry, Litlle Richard, Elvis Presley e Jerry Lee Lewis. Em 1045, quando Raul nasceu, o rock´n ´roll já havia mostrado suas garras, dando as primeiras investidas com “Arthur Big Boy Crudup”, até atingir o cume da reestruturação de valores em 1954, mais ou menos com cinco influências diferentes, como sempre ensinava Dom Raulzito: O rock de Chicago – Chuck Berry; o do Alabama – Litlle Richard; os gospels (spirituals) dos negros americanos e foi metamorfoseado até chegar a Elvis Presley. O rock era um movimento comportamentista.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 46,21

Ebook (PDF)
R$ 11,84

Tema: Artes, Biografia, Música Palavras-chave: filosofia, música, raul, seixas

Características

Número de páginas: 178
Edição: 1(2016)
Formato: A5 148x210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.