Original

Agbook

Original

Papillon O Homem Que Enganou O Mundo

Esta página foi vista 2921 vezes desde 21/12/2015

Papillon O Homem Que Enganou O Mundo

Por: Platão Arantes Teixeira

“Papillon, o Homem que Enganou o Mundo” tem por objetivo desmitificar o mito mentiroso Henri Charrière, comprovando-se em definitivo que ele jamais escreveu livros.

Papillon foi publicado em 1969, e rapidamente chegou a ser o terceiro livro mais vendido no planeta, perdia apenas para as Bíblias Sagrada e o Alcorão, a Bíblia dos mulçumanos. Mas, quando Henri Charrière apareceu na França para promovê-lo em coletiva, entrou em muitas contradições, chegando ao desespero de afirmar que o livro “Papillon” era uma obra coletiva e que ele não vivenciara aqueles fatos.

Durante cinco décadas perduraram muitas dúvidas a este respeito e muitos se perguntavam: Quem realmente foi o autor dos livros Papillon e Banco? Entre eles estava eu!

Convicto de que o verdadeiro Papillon escritor de livros, após fuga, viveu e foi sepultado no Estado de Roraima. Para tirar essas dúvidas, passei 16 anos investigando este intrigante mistério, e finalmente comprovei uma das maiores farsas da literatura mundial.

O verdadeiro autor dos livros: “DRY GUILLOTINE”, em português, “A ILHA DO DIABO” e “HELL ON TRIAL”, em português, Inferno no Julgamento, PAPILLON e BANCO, foi o prisioneiro escritor “René Belbenoit”, mentor intelectual da mais espetacular fuga (1935) que se tem notícia naquela “Colônia Penal da Guiana Francesa”! Seus livros fizeram sucesso em todo o mundo, ajudou a fechar o Inferno Colonial libertando centenas e centenas de companheiros que ao seu lado, sofreu o pão que o diabo amassou. Porém, René Belbenoit pagou um preço altíssimo. Para que suas obras fizessem sucesso foi orientado e obrigado a se esconder, e viu com tristeza suas obras adulteradas por um de seus companheiros de fuga.

O sucesso foi notório e a obra “Papillon” foi publicado e vendido no mundo todo. O adulterador ficou milionário, e nada repassou para René Belbenoit.

Ironia do destino, Henri na tentativa de mostrar ser de fato autor de livros, gastou toda a fortuna recebida de direitos autorais do livro e o filme Papillon, na produção de um filme que foi considerado um fiasco, morrendo pobre e destruído pela bebida, em 1973.

Ao resgatar a verdadeira história de “Papillon” “René Belbenoit”, tenho certeza que a parti de agora seu espírito vai descansar em paz.

Platão Arantes

Selos de reconhecimento

Impresso
De R$ 39.7 por:
R$ 31,98

Tema: Não Ficção, Literatura Nacional Palavras-chave: belbenoit, papillon, rené, roraima

Características

Número de páginas: 135
Edição: 1(2009)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-85-920398-0-6
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.