Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

BRASIL & ARGENTINA

Esta página foi vista 1513 vezes desde 05/01/2011

A POLÍTICA EXTERNA NO PERÍODO FIGUEIREDO (1979 - 1985)

Por: Amarildo Silveira

Tema fundamental para estudiosos e interessados em Política Externa do período militar brasileiro, este livro trata das relações entre Brasil e Argentina durante o governo de João Figueiredo (1979 – 1985), que ao longo do último século foram sempre pautadas por desconfianças mútuas, ingerência de interesses externos e a falta de comprometimento dos Estados enquanto geradores e administradores de políticas de integração. O final dos anos 70 assinala um momento de inflexão nesta conduta, onde os países capitalistas centrais – em especial os Estados Unidos – objetivam reconquistar o terreno perdido na década anterior. Isso refletiu-se imediatamente nos países periféricos, como foi o caso de Brasil e Argentina, somando-se aos problemas reais de inserção internacional e a pressão interna pelo qual passava seus regimes militares. O contencioso envolvendo a construção das hidroelétricas de Itaipu e Corpus foi durante anos um entrave a qualquer possibilidade de aproximação entre os países, representando uma primeira etapa a ser superada na busca de uma integração necessária à conjuntura que estava posta. A obtenção de um acordo, já no primeiro ano do governo Figueiredo, foi um marco fundamental para uma segunda etapa - a de diálogo - que foi construída por uma cooperação até então sem precedentes entre Brasil e Argentina, formalizada através de acordos econômicos, políticos, tecnológicos e militares. O último ano de governo militar no Brasil representa um terceiro período neste processo à medida que é condicionado pela redemocratização argentina no final de 1983 e, portanto, pauta-se pela diferenciação dos regimes políticos. A proposta deste livro é explorar este período de seis anos (1979 – 1985) apontando esquematicamente os três momentos que o compõem - aproximação, cooperação e assimetria - e de que forma, no contexto das relações bilaterais, eles são conduzidos através de políticas forjadas por necessidades imediatas.

Impresso
R$ 33,93

Tema: Ciências Humanas E Sociais, Geografia E Historia, Não Ficção Palavras-chave: argentina, bi-lateral, brasil, ditadura, figueiredo

Características

Número de páginas: 89
Edição: 1(2010)
Formato: A5 148x210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.