Agbook

PARA VINICIUS

TRIBUTO

Por: EVAN DO CARMO

NOTA DO EDITOR

A obra que ora ponho em tuas mãos, meu caro leitor e amante de Vinicius de Moraes e de tantos poetas bons que aqui estão, é algo infalivelmente transformador.

Quando nos encontramos diante da beleza e da grandeza de uma alma como a de Vinicius, não raro não sabemos bem o que dizer. Então foi assim que nasceu, do espanto de todos nós, a poesia que aqui se encontra, poesia forjada de várias maneiras e formas, poemas, sonetos, crônicas e artigos, poesia esta produzida para elogiar e homenagear nosso poeta carioca, universalmente conhecido e amado.

Foi me concedida, no entanto, a ideia luminosa, como um reflexo celeste e brilhante da mente do maestro Tom Jobim, que o chamou carinhosamente de POETINHA, a fim de editar e conceber trabalho tão digno de honra, pelo valor que representam, tanto o poeta em pauta quanto todos que junto a mim se apresentaram, com um espírito também iluminado e generoso, para que fosse possível tão grande utopia, algo até então inimaginável, um livro com mais de 20 poetas, que dedicaram tempo e parte do seu sossego criativo, a fim de criar obras inestimáveis para compor este belo e incomparável livro. Não tenho dúvida de que este livro será também eternizado, junto à lápide de cristal do maior poeta lírico que a poesia já produziu.

Agradeço a honra a mim oferecida, pelos amigos, poetas escolhidos, sob o critério da relevância, concernente a este projeto de inigualável valor cultural para a poesia e a literatura brasileira.

Evan do Carmo, 16/07/2018

OLHOS DE RESSACA

Devia se chamar Luíza

assim, com L maiúsculo

ludicamente embriagada

como a musa de Tom Jobim!

A musa do pobre não se chama Luíza

talvez seja Rute da Penha ou Rita da Rocinha

o poeta tem lá seus modos incomuns,

da pedra bruta faz sua gema rosa, do carvão vulgar

seu diamante azul anil, de cintilantes cores.

Foi assim que surgiu a musa marginal

do poeta urbano, do poeta bêbado,

do poeta insano.

A musa de olhos negros, grandes,

Olhos de Ressaca, surrealistas

Machadianos.

Devia se chamar Luíza

assim, com L maiúsculo

ludicamente embriagada

como a musa de Tom Jobim!

Minha musa não tem nome nem rosto

pois se nome tivesse, como saberia?

O poeta é quem sonha, quem delira

quem canta ao desconhecido enigma

que incredulamente e inconstante

lhe obriga a escrever o que não poderia.

Evan do Carmo

SONETO DO AMOR IMPROVÁVEL

Quando menos se esperava fez-se o riso

do silêncio e da inércia aplauso e canto

e da boca outrora muda em desencanto

um aceno e um convite ao paraíso.

Quem vivia há tempo em desespero

tendo olhos marejados de suplício

castigado com a dor do amor efêmero

incontente, amargurado, entregue ao vício.

Improvável, não mais que improvável

Fez-se alegre e doce, amigo e confidente

de solitário e esquecido, agora amável.

A esperança renasceu sem medo

da insegurança se revelou o segredo

que do amor se espera o improvável.

Evan do Carmo

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 53,52

Ebook (PDF)
R$ 22,60

Tema: Popular, Ópera, Jazz, Poesia, Música, Crítica Literária Palavras-chave: amor, de, moraes, mpb, mÚscia, poemas, poesia, vinicius

Características

Número de páginas: 157
Edição: 1(2018)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-85-924884-2-0
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.