Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

PROFESSORES OU PROSTITUTOS INTELECTUAIS?

A FUNÇÃO SOCIAL ANÁRQUICA DO PROFESSOR

Por: CLEBERSON EDUARDO DA COSTA

I

Pedagogos, educadores, mestres e/ou professores são o que:

1- Homo intelectos ou Homo Faber?

2- Pensadores ou proletários?

3- Seres sociais transformadores ou meros proletários?

4- Criadores e socializadores de saberes ou meros seres adestrados, adestradores e castradores de subjetividades transcendentes?

5- Seres intelectualmente humanizados e emancipados ou apenas cidadãos passivos, propagadores dos dogmas científicos, guardiões da cultura erudita, isto é, prostitutos intelectuais?

Se as respostas forem correspondentes às primeiras hipóteses, supõe-se haver um valor para o mestre que esteja centrado na sua função e/ou missão social transformadora, revolucionária e/ou anárquica. Se as respostas forem as segundas, colocamos o mestre:

1- numa condição de fantoche do sistema;

2- de produto social capitalista;

3- de reprodutor de saberes enlatados;

4- de proletário – como um outro qualquer - vendedor da sua dita força de trabalho e, num sentido ainda mais trágico:

5- na condição daquele que se vende e/ou que se prostitui intelectualmente. Isto é:

6- colocamos o pedagogo, educador, mestre e/ou o professor na condição daquele que, castrado do seu poder de pensar, apenas responde a estímulos relativos à sua condição de exclusão, como fazedor de greves e como sistematizador – embora sempre diga o contrário – do “status quo” conservador, enquanto conteúdo ético-pedagógico de Estado, dos valores capitalistas (individualismo, meritocracia, consumismo, etc.).

II

Nesse livro, de maneira reflexiva, crítica e epistemologicamente fundamentada, discorreremos sobre alguns caminhos que se apresentam à compreensão da função social do professor e também da escola, hoje, alvorecer do século XXI, tempo de hegemonia capitalista e, na mesma via, de novas utopias pós-modernas progressistas.

Esperamos que, esse livro, de forma direta e indireta, possa contribuir à formação de uma geração de pedagogos, mestres, educadores e/ou professores mais críticos; mais emancipados intelectualmente e, na mesma via, também mais tecnicamente competentes porque conscientes das suas funções sociais, ou seja, conscientes de, que, exercer o magistério, não é e, por isso mesmo, também não pode ser encarado como um ofício qualquer; como uma simples função técnica ou profissão, mas como uma missão essencialmente transformadora, revolucionária e/ou anárquica.

O autor

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 54,78

Tema: Educação, Filosofia, Estética, Ética E Filosofia Moral, Metodologia Palavras-chave: aristÓteles, educaÇÃo, escola, filosofia, herÁclito, kant, marx, nietzsche, sartre, sÓcrates, Ética

Características

Número de páginas: 125
Edição: 1(2018)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-1500922900
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.