Agbook

QUITÉRIA

Sementes e Raízes

Por: Vinícius Silva Teixeira

Quitéria é um nome de batismo dado as primeiras mulheres nascidas da família Manzimba Nassê, da etnia Negros Jejês. Ela é nativa da Tribo Serê, neta da grande Matriarca Alzira Quitéria e filha de Modé e Mabé. Na oportunidade, fora feita e herdou o trono do Terreiro de Candomblé Ojô Obô Ilê e por ordem do Orixá maior, onde teve a missão de disseminar e levar a todos que tem fé o nome do seu Santo de Batismo São João Batista e Xangô às gerações vindouras.

O romance nascera no Oeste do Continente Africano, na região da Mauritânia, nos meados do Século XVIII. O mesmo se perpassou por cinco gerações, onde as herdeiras mantiveram acesa a crença e a chama da fé em nome do Orixá Xangô cultuando as forças vivas da natureza, os costumes, a cultura do seu povo, oriunda dos seus antepassados .

Marcada por um amor transcendental, viveu uma forte paixão que se arrastou por outras gerações, pois a espiritualidade que os envolveu é um elo afetivo que jamais morrerá, pois Xangô será o Espírito que incorporará em Filipe, onde o destino fez as duas almas se encontrarem após serem gerados por meio de uma conexão espiritual. De acordo com o espiritismo, a matéria transcendeu entre o corpo e o tempo, passando pelas gerações e encarnações do plano físico.

Sempre que estas duas almas que se amam se encontrarem, nas gerações vividas, elas sentirão uma empatia mútua fora do comum, profunda e inexplicável. Embora marcados por conflitos, tragédias, perseguições, viverão ao longo dos tempos um grande amor, intrigando aqueles que os rodeiam, principalmente a família de Filipe causando discórdias, injustiças e discriminações. O Sincretismo Religioso, o choque de classes cultural e religioso entre as duas famílias, envolverá a doutrinação espírita, a catequização da Igreja Católica e o Candomblé. Raptada de sua Aldeia, Quitéria foi vendida e tornou-se escrava.

Após anos de luta e viver com sua família sobre as barras dos Coronéis nas Senzalas, trabalhando nas fazendas e Engenhos de Cana aqui na Bahia sendo maltratada e castigada, ganhou sua liberdade. No Século XX outra geração surgiu e nos meados dos anos 60 construíram em Ilha de Maré a sede do Terreiro Ojô Obô Ilê para dar continuidade a sua herança cultural e religiosa e reencontrar seu eterno e grande amor encarnado em Xangô.

Portanto leitor, mergulhe no enredo dessa história que viverás um mundo de encantos e emoções...

...Vocês poderão até pensar: “Mais este Romance Quitéria é tão especial assim? Eu posso afirmar que sim, ele te levará a vivenciar a época do Tráfico do navio negreiro, da escravidão no Brasil, as Resistências, as Alforrias, A formação das Quilombolas, o Sincretismo Religioso, um grande e verdadeiro amor marcado por perseguições, discriminação racial e injustiças. Bem! Os deixarei curiosos. Até mais!!!

Impresso
R$ 53,00

Ebook (PDF)
R$ 13,99

Tema: Amor E Romance, Religião, Literatura Nacional, Família E Relacionamentos Palavras-chave: religioso, sincretismo

Características

Número de páginas: 627
Edição: 2(2019)
Formato: A5 148x210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.