Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

A Bossa Nova que eu vivi

Volume 1

Por: Manoel Irismar Pereira

Com o fim do Bossa Norte decidi enfrentar o Rio de Janeiro. Minha intenção era trabalhar como músico e conhecer de perto os responsáveis deste movimento transformador e tive sorte. Cheguei ao Rio uma quarta feira, no mesmo dia à noite sai para sondar as possibilidades de trabalho. O primeiro lugar que visitei foi a Boate Drink da família Peixoto (Cauby e seus irmãos). Um grupo estava trabalhando enquanto outro descansava. Entre os que estavam em recreio encontrei Fernando Sansão, ex-baterista do Bossa Norte, grupo musical formado por mim no Ceará.

Pegou-me pelo braço e apresentou-me a Iara Peixoto, irmã de Cauby. Foram tantos os elogios de Fernando que Iara me contratou imediatamente. No dia seguinte já formava o segundo grupo da casa jogando minha bossa em um time de primeira linha. Luiz Bandeira, Wilson Simonal, Marcos Moran, Pedrinho Rodrigues e Eu, formávamos a linha de frente dos dois grupos e fazíamos o Drink balançar. Nos meus momentos de folga observava o que meus companheiros faziam e tratava de seguir morrendo de medo de não dar conta do recado.

A Bossa Nova que eu vivi e o companheirismo que disfrutei se transformaram em um tesouro que guardo com carinho.

Esta obra é a 1º livro da série e o personagem principal é o próprio Rio porque não poderia ser diferente. A Bossa Nova não poderia ter outro berço. O Cristo abençoou e rodeou de encantos o nascimento do movimento que fez o mundo inclinar-se em reverencia à música brasileira. Foram muitos os grandes músicos que vieram de vários países estudar e aprender a BOSSA NOVA QUE EU VIVI.

O começo foi bem desafinado mesmo e os acordes perfeitos que usávamos não eram compatíveis com a harmonia dissonantes que a nova proposta estabelecia, mas era lindo escutar João Gilberto cantando Doralice, Samba de uma Nota Só, o Pato e até Desafinado era perfeito. Que fazer? Estudar e ver como se faz para poder fazer. Mudar é bem difícil. O nosso sexteto chamado Bossa Norte foi adaptando-se ao novo, choveu críticas e comentários dos próprios colegas, mas lentamente fomos acertando o passo até chegar a dignificar o nosso nome.

A aceitação foi tal que chegamos a fazer OITO espetáculos por semana. Tocávamos todos os dias e no domingo duas vezes; pela manhã e à noite.

A safra foi excelente. Muitos nomes surgiram, todos enaltecedores do novo estilo encabeçados por Tom Jobim, Newton Mendonça, João Gilberto. Chegaram Vinicius de Morais Carlinhos Lira, Edu Lobo, Silvinha Teles e muitos outros e o repertório foi crescendo facilitando a nossa vida. Foi a época de cantar o amor, o sorriso e a flor. A formação do Bossa Norte se transformou depressa demais, mas para mim foi uma vida inteirinha.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 36,78

Ebook (epub)
R$ 13,99

Tema: Biografia, Literatura Nacional, Música, Blues, Instrumentos Musicais, Jazz Palavras-chave: amor, autobiografia, bossa, de, ipanema, janeiro, jazz, memórias, música, nova, passado, rio

Características

Número de páginas: 106
Edição: 1(2019)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-65-500-1097-3
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.