Agbook

CALEBE

CHAMADO PARA CONQUISTAR

Por: Pastor Geovaldo Barroso

CALEBE

“Filho de Jefoné, da Tribo de Judá”

CHAMADO PARA CONQUISTAR

– Porque nele houve outro espírito –

Autor

Pastor Geovaldo Barroso

Capa: Autor

Ceará–Brasil

2018

(Amando a Deus de todo o coração)

“Porém o meu servo Calebe, porquanto nele houve outro espírito, e perseverou em seguir-me, eu o levarei à terra em que entrou, e a sua descendência a possuirá em herança”. (Números 14.24)

ÍNDICE

Introdução 03

Prefácio 06

Capítulo I

– Criação do Céu e da Terra 20

Capítulo II

– A Promessa da Terra 29

Capítulo III

– Calebe: Diferente ou Autêntico! 39

Capítulo IV

– Calebe: Chamado para Conquistar 81

Capítulo V

– Relatório Destruidor de Promessas 86

Capítulo VI

– Calebe: Conquistando aos 85 anos! 98

Capítulo VII

– Calebe: Reivindicando a Promessa 100

Comentário 109

Notas 110

Autor 110

INTRODUÇÃO

Israel – Plano de Dedicação e Amor

As Escrituras revelam muitos registros biográficos e curtos; onde, exemplificam pessoas as quais não devemos seguir, como: Judas Iscariotes, Acabe e Caim, e etc. Há também, grandes homens e mulheres de Deus, os quais somos chamados a seguir como padrões de jornada neste mundo.

Entre estes grandes mentores, aí está um homem santo, que raramente é lembrado na prática plenária e frequentemente é ignorado mesmo em literatura sadia, seu nome é Calebe. Esse personagem surge como eminente perfil da santidade divina, a ele atribui-se grandeza em graça, dizendo que ele seguiu Deus, completamente, por todos os dias da sua vida.

“Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te”. (Deuteronômio 6.5-7)

Calebe, filho de Jefoné, até então, era um homem que não pertencia a linhagem tribal judaica; mas era Quenezeu de nascimento. “Então os filhos de Judá chegaram a Josué em Gilgal; e Calebe, filho de Jefoné o Quenezeu, lhe disse: Tu sabes o que o Senhor falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barnéia por causa de mim e de ti”. (Josué 14.6)

Calebe, ainda se casou com uma moça de origem judia. “E o Queneu, e o Quenezeu, e o Cadmoneu”. (Gênesis 15.19)

“Exceto Calebe, filho de Jefoné o Quenezeu, e Josué, filho de Num, porquanto perseveraram em seguir ao Senhor”. (Números 36.12)

Jetro, sogro de Moisés também era do povo nômade dos Quenezeus. Calebe pertenceu à tribo de Judá “Da tribo de Judá, Calebe, filho de Jefoné” (Números 13.6), talvez por sua esposa.

Mas, ao mesmo tempo em que infligia juízo, Deus Se lembrava e se comprazia da Sua misericórdia. Todos os Amalequitas deviam ser destruídos, mas os Quenezeus, que habitavam entre eles, foram poupados. Este povo embora não estivesse inteiramente livre da idolatria, eram adoradores de Deus, e mantinham amistosas relações com Israel. Dessa tribo, também era o cunhado de Moisés, Hobabe:

“Disse então Moisés a Hobabe, filho de Reuel, o Midianita, sogro de Moisés: Nós caminhamos para aquele lugar, de que o Senhor disse: Vo-lo darei; vai conosco e te faremos bem; porque o Senhor falou bem sobre Israel”, que acompanhara os israelitas em suas viagens através do deserto, e, pelo seu conhecimento do território, prestara-lhes valioso auxílio”. (Números 10.29)

“Também os filhos do Queneu, sogro de Moisés, subiram da cidade das palmeiras com os filhos de Judá ao deserto de Judá, que está ao sul de Arade, e foram, e habitaram com o povo” (Juízes 1.16). Calebe em Hebraico, significa: Aquele que é fiel!

DEDICATÓRIA

Achando o Bem da Vida

Pra. Moza Barroso, esposa amada, compreensiva, diligente na visão e zelo pela obra de Deus, a fim de glorificar o nome do Senhor. Fiel e autêntica em palavras de conforto na presença do Todo Poderoso, como não estacionar ante os momentos tão difíceis, porquanto prosseguimos para o alvo. “Aquele que encontra uma esposa, acha o bem, e alcança a benevolência do Senhor”. (Provérbios 18.22)

AGRADECIMENTO

Ao Autor e Consumador da Vida

Obrigado Senhor pelo...

Seu poder soberano.

Obrigado Senhor...

Seu amor incondicional.

Obrigado Senhor...

Sua misericórdia.

Obrigado Senhor...

Seu amparo às famílias.

Obrigado Senhor...

Sua acolhida nos momentos tão difíceis.

PREFÁCIO

Área Dimensional

Dimensional: Status indicador do plano dimensional existente no homem. Assim, qualquer “homem–espiritual”, é infinitamente superior a qualquer outro “homem–natural”, onde (‘H–E’ = Valor > ‘H–N’) . Assim, caso você deseje debater entre seres de diferentes planos dimensionais você deve equalizar entre os planos (Dessa forma, há planos de visão dimensional diferentes e com ideias adversas).

“Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo”. (2Coríntios 2.12-16)

“Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei”. (Isaías 55.6-11)

A criação “homem” é complexa, de certa forma adaptativa aos mais diversos tipos de ambientes favoráveis ou não favoráveis, enfim, é um ser multiforme e sua ação varia pelo – ‘modus-operandus’ onde cada situação a ser vivida venha a exigir, portanto, também, não se trata do “ser estático”, pois sua estrutura biológica é multiforme, ou seja, construída de momento–ação para ação–momento, porém, sem perder a essência do seu próprio ser.

“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todo o animal do campo, e toda a ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome. E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo o animal do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea. Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar; E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada. Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam”. (Gênesis 1.26; 2.7,1-25)

Dentro dessa visão “multidimensional” – interna – externa – necessário se faz para o ser humano colocar sua vida em sintonia social, pois a performance de se auto individualizar, o faria mergulhar numa linha divisória de exclusão sensorial, como ser social.

“E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento... Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. (Mateus 22.37,39)

A criação divina em sua forma multidimensional torna-se compreensível por meio de quatro dimensões: “Biológica, Psíquica, Social e Espiritual”, vejamos a seguir:

Como se relaciona o “Super–Ego” a partir dessas dimensões nos dias, em que se chamam de hoje?

Visão Psíquica: O homem é um ser tricotômico.

“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo”. (1Tessalonicenses 5.23)

“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”. (Hebreus 4.12)

Relativo ao homem, o “termo tricotomia” refere-se às três partes do seu ser: “Corpo, Alma e Espírito”. Há divergência neste ponto entre teólogos. Os que entendem o homem como apenas um ser dicótomo, ou seja, que se divide em duas partes: Corpo e alma “ou espírito”.

Defensores dicotomia humana unem alma e espírito como sendo uma só coisa. Porém, seja-nos mais aceitável o ponto de vista da tricotomia.

O conceito da tricotomia crê que o homem é tri unidade composta e inseparável. Só a morte física é capaz de separar as partes: “Corpo de sua parte imaterial”.

a) Corpo: É a parte inferior do homem que se constitui de elementos químicos da terra como oxigênio, carbono, hidrogênio, nitrogênio, cálcio, fósforo, potássio, enxofre, sódio, cloro, iodo, ferro, cobre, zinco e outros elementos em proporções menores. Porém, o corpo com todos esses elementos da terra, sem os elementos divinos, são de ínfimo valor.

No hebraico, o termo corpo é basar. No grego do Novo Testamento, o termo corpo é somma. Assim, o corpo é apenas a parte tangível, visível e temporal do homem. O corpo é a parte que se separa na morte física.

“Mas o couro do novilho, e toda a sua carne, com a sua cabeça e as suas pernas, e as suas entranhas, e o seu esterco”. (Levítico 4.11)

“Sucedeu, pois, que Acabe, ouvindo estas palavras, rasgou as suas vestes, e cobriu a sua carne de saco, e jejuou; e jazia em saco, e andava mansamente”. (1Reis 21.27)

“Pois já as minhas iniquidades ultrapassam a minha cabeça; como carga pesada são demais para as minhas forças”. (Salmos 38.4)

“Porque são vida para os que as acham, e saúde para todo o seu corpo”. (Provérbios 4.22)

“O meu corpo se arrepiou com temor de ti, e temi os teus juízos”. (Salmos 119.120)

“Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne”. (Gênesis 2.24)

“O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu. Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial”. (1Coríntios 15.47-49)

Impresso
R$ 35,44

Ebook (epub)
R$ 15,07

Tema: Bíblia, Teologia, Religião, Hermenêutica Palavras-chave: barroso, calebe, chamado, conquistar, de, fiel, filho, geovaldo, jefoné, judá, pr, tribo

Características

Número de páginas: 110
Edição: 11(2018)
Formato: A5 148x210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.