Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

TRAGÉDIAS DO AMOR

Por: ADEILSON NOGUEIRA

Na obra de Eurípides, Admetus segura sua amada em seus braços, implorando que ela não o deixe: “Se você morrer”, exclama ele, “não posso mais viver; minha vida, minha morte, estão em tuas mãos; teu amor é o que eu adoro... Não apenas um ano, mas toda a minha vida vou lamentar por ti... Em minha cama, tua figura será deitada de corpo inteiro, por astutos artistas modelada; sobre ela me lançarei e, cruzando meus braços sobre ti, invocarei o teu nome e penso que terei minha querida esposa em meus braços... Leve-me, leve-me, eu imploro, contigo para debaixo da terra!”.

Uma das teses mais importantes sobre o amor romântico e beleza pessoal é que o amor, longe de ser apenas um episódio passageiro na vida humana, é uma das agências mais poderosas que trabalham para o aperfeiçoamento da raça humana.

Durante o reinado da seleção natural, antes do nascimento do amor, os aleijados, os loucos, os incuravelmente enfermos, foram cruelmente negligenciados e deixados para morrer.

O cristianismo se levantou contra essa crueldade, construindo hospitais e salvando os enfermos, que assim poderiam sobreviver, casar e transmitir seu legado às gerações futuras.

A maioria dos heróis de Homero seria, nestes tempos, condenada em qualquer país, com base na prova do poeta; mas isso não diminui sua grandeza, que, sob uma visão imparcial, parecerá superar seu próprio estado de sociedade, em decência e delicadeza, tanto quanto ultrapassou épocas mais polidas em genialidade.

O amor é sempre o mesmo. Como Safo amava, milhares de anos atrás, as pessoas amavam muito antes dela; assim elas amarão daqui a milhares de anos.

Depois que o costume de produzir tragédias originais se extinguiu gradualmente durante o reinado de Adriano e seus sucessores, as obras dos antigos poetas áticos, e especialmente as de Eurípides, passaram a ter a posse exclusiva do palco trágico. Por quanto tempo elas conseguiram manter sua posição e preservar sua

posição como uma forma reconhecida de entretenimento público, é a questão que temos que considerar por último. Na verdade, não era de se esperar que, em meio à decadência do gosto literário e do sentimento artístico que agora começava a prevalecer, a grandeza e a dignidade desses antigos dramas continuassem por muito mais tempo a serem apreciados pela multidão.

Ainda assim, é interessante notar que seu domínio sobre o teatro, após ter sido mantido intacto por quase seiscentos anos, não foi relaxado sem luta, e que o processo que levou à sua exclusão do palco foi prolongado por um longo período de tempo.

Durante o segundo século, elas parecem ter sido produzidas ainda com quase tanta frequência como em qualquer época anterior. As constantes referências de Lucian, e vários outros testemunhos que é desnecessário especificar, não deixam dúvidas sobre este ponto. Mesmo no século III, elas devem ter se mantido firmes em uma extensão considerável, uma vez que Filóstrato, um autor do período, ao falar sobre o Hércules Furens de Eurípides, observa que ainda era visto com frequência. Mas, no decorrer das duas ou três gerações seguintes, ocorreu uma mudança, e as antigas tragédias foram substituídas por entretenimentos de um tipo mais sensual.

Impresso
R$ 58,82

Ebook (epub)
R$ 33,37

Tema: Drama, Educação, Geografia E Historia, Antigo, Antigo, Clássico E Medieval, Civilização Palavras-chave: história, literatura, tragédias

Características

Número de páginas: 105
Edição: 1(2020)
Formato: A4 210x297
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.



Personalizar acabamento
Para comprar cópias com opções de acabamento diferentes entre si, é necessário adicionar uma versão de cada vez ao carrinho.

Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.