Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

ACESSO À JUSTIÇA NO SISTEMA INTERAMERICANO

Investigação acerca da capacidade postulatória individual e direta à Corte Interamericana de Direitos Humanos

Por: Layde Lana Borges da Silva; Karina Rocha Prado

Na dinâmica do mundo competitivo e globalizado, encontram-se os seres humanos em constante tentativa de estabelecer as possibilidades de convivência pacífica, o que nem sempre se mostra possível. Com o ideal de se erradicar as reiteradas agressões aos mais diversos direitos, organizou-se o Movimento Internacional dos Direitos Humanos que, na esteira do reconhecimento do homem como destinatário desses direitos, evoluiu para o surgimento do Direito Internacional dos Direitos Humanos, com o primado da Proteção Internacional dos Direitos Humanos. Nesse contexto, o trabalho de investigação que ora se apresenta, consistiu em um estudo visando aprofundar a compreensão da pessoa como sujeito de direitos humanos, que deve ter garantido seu pleno direito de acesso à justiça internacional, incluindo sua dimensão regional. Definiram-se como objetivos identificar os principais entraves procedimentais ao acesso direto à justiça no Sistema Interamericano e ao acesso individual direto à Corte Interamericana de Direitos Humanos. O desenvolvimento da pesquisa iniciou-se com abordagem teórica pertinente e estudos de casos que, em conjunto, fornecem os dados empíricos para a sistematização e permitem não só o aprofundamento das questões objeto da investigação como identificar seus entraves, a partir da metodologia relacional, do tratamento dispensado pelos diferentes órgãos do Sistema Interamericano: Comissão Interamericana e Corte Interamericana nos casos concretos de forma que se confirma a hipótese da existência de entraves processuais no âmbito do referido sistema. Decorreu do trabalho realizado uma proposta de compreensão em torno da capacidade processual de modo a se privilegiar o acesso à justiça interamericana com a democratização do acesso à própria Corte Interamericana de Direitos Humanos. Infere-se do trabalho realizado que a maior abertura para o acesso à Corte Interamericana de Direitos Humanos é um importante salto qualitativo na promoção dos direitos humanos nas Américas.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 52,37

Tema: Tratados, Relações Internacionais, Conflito De Leis, Direito, Ciência Política Palavras-chave: direito, direitos, humanos, internacional

Características

Número de páginas: 228
Edição: 1(2021)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-65-887-8117-3
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Polen

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.