Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

180 REFLEXÕES PARA A ALMA VOL1

Genesis à Apocalipse - O Princípio

Por: Pastor Geovaldo Barroso

180 REFLEXÕES

PARA A ALMA

VOLUME I

Genesis a Apocalipse

O Princípio

“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor”. (1 Coríntios 15.58)

PREFÁCIO

O Evangelho da Verdade revela que por amor, Jesus levou os pecados do mundo de uma vez por todas.

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3.16)

Por outro lado, a falsa teologia aplica que devemos ser salvos todos os dias. Mas no que devemos acreditar? Melhor crer que a morte vicária de Jesus foi única e suficiente para nos perdoar. “Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados” (1 Pedro 2.24)

Portanto, quem crer que ser salvos todos os dias, jamais será livre! “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. (João 8.36)

SEQUÊNCIA - I

– A –

01. A BONDADE DO SENHOR É ETERNA

“Provai, e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele confia”. (Salmos 34.8)

No antigo Oriente havia um homem cujo o nome era Jó, de coração reto e espiritualmente disciplinado. O Senhor falou da integridade diária desse patriarca a satanás, e ainda admitiu grandes provas e aflições. O livro revela que o Todo Poderoso, não desamparou Jó, senão, a todo aquele que Lhe é fiel. Diante as investidas de Satanás o conteúdo do livro de Jó revela que o Senhor nos livra das ciladas do maligno nesse mundo. O livro ao final da jornada, revela Jó, espiritualmente, mais amadurecido, motivado pela incomparável presença de Deus em meio às provações (leia, Jó 42.5). Provai, e vede que o Senhor é bom: Creia! Na paz de Cristo Jesus!

02. A CORREÇÃO GERA ARREPENDIMENTO

“Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça”. (2 Timóteo 3.16)

A disciplina é para ensinar e repreender, corrigir e instruir em justiça, mas na falta de doutrina fere princípios da humildade, ou seja, o orgulho pessoal. Ao longo da Bíblia, Deus procurou corrigir Israel, mas havia resistência pela falta de visão e temor à Palavra, devido ao tempo de servidão! Deus conhece os desertos da vida e gera fronteiras ao que é fiel, mas se o homem deixar Sua presença sentirá a aridez desértica (leia, Dt 28.20). O Senhor revela o que há no coração do homem, se ele aceitar a correção o mal será retirado (leia, Sf 3.7). O propósito de Deus na disciplina é conduzir o homem ao arrependimento, mas a receita que altera o estado da prova é temer ao Senhor: Creia! Na paz de Cristo Jesus!

03. A DEUS - TODA HONRA, GLÓRIA E LOUVOR

“Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor”. (Deuteronômio 6.4)

A Bíblia revela que o Senhor é o Único Deus verdadeiro. De fato, esse foi o motivo que Satanás tentou a Cristo, a fim de parar o Filho de Deus e receber adoração, enfim, destruir o plano de salvação. Ele não desistirá, pois, seu foco é mudar o alvo da sua adoração, através da “fama e sucesso, poder e fortuna”. Tudo isso, para atrair e prender a atenção de homens e mulheres de Deus; seu plano maligno é fazer você desistir de glorificar o nome de Deus (leia, Mt 4.10). O conselho é: Fuja da idolatria! Pois, a alegria do crente é a verdadeira adoração ao Pai; sujeite-se a Deus (leia, Tg 4.7), continue adorando, assim, o adversário vai se afastará de você: Creia! Na paz de Cristo Jesus!

04. A EFICIÊNCIA DO PODER DA ORAÇÃO

“E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos. Se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore. Toda a iniquidade é pecado, e há pecado que não é para morte”. (1 João 5.15-17)

Jesus convida todos virem a Ele em oração, apesar do pecado, a oração deve ser sempre oferecida conforme a vontade de Deus. Têm orações respondidas e outras não, como se pediu: Devemos orar pelo próximo e por nós, pois há pecado contra vida espiritual e contra Altíssimo (O Eterno). Não ore por pecadores e incrédulos para serem perdoados que ainda continuam na prática, mas ore por arrependimento, para crerem em Cristo, e achar misericórdia salvadora. Enfim, ore pelo próximo e por você, a fim de o Senhor perdoar e levantar o caído, e aliviar o afligido (leia, Mt 11.28). Pois, não há pecado para morte, até o pecador se arrepender, e confessar o nome do Salvador: Creia Na paz de Cristo Jesus!

05. A ESTULTÍCIA ABATE O BOM SENSO

“A estultícia é alegria para o que carece de entendimento, mas o homem entendido anda retamente”. (Provérbios 15.21)

O Autor do livro de Provérbios diz mais ou menos o óbvio, mas o óbvio para ser levado a sério, existe bom humor e mau humor, o qual entristece e deprime. Ao longo da jornada da vida, o mal-humorado se apega ao lado ruim. Mas havendo um lado bom, adversamente ele concorda: Porém, logo após, vem o termo, “mas” que pode ser perigoso, complicado e incerto. O bem-humorado não se abate diante as dificuldades. O bom-humor faz parte da essência da alegria, isso é uma questão da sensatez do bom senso. À Luz da Bíblia, bom humor significa um convite à alegria: “Regozijamos no Senhor”. Regozijar-se é adverso do sentimento de alegria: Significa ter comunhão com Jesus. A sensatez de Jesus traspassa motivação de alegria; porque reveste a raiz da infelicidade, disfarçada de pecado. Regozijar-se no Senhor é a visão de entendimento e comunhão com Jesus, enfim, a sua saúde espiritual: Creia! Na paz de Cristo Jesus!

Impresso
R$ 41,82

Ebook (epub)
R$ 19,80

Tema: Motivacional, Espiritual, Crescimento Pessoal, Mensagens, Comentário Bíblico, Autoajuda Palavras-chave: autoajuda, bíblico, comentário, crescimento, espiritual, mensagens, motivacional, pessoal

Características

Número de páginas: 150
Edição: 6(2020)
Formato: A5 148x210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.