Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

A escola indígena no Estado do Pará e o Plano Municipal de Educação de Santarém:

ensino de qualidade e a valorização de saberes, práticas, cultura e história dos povos nativos.

Por: François Silva Ramos; Edair C. da Rocha; Marcos P. M. Araújo; Hilda K. S. Lobato; Diego T. S. Ribeiro; Claudéte I. Kronbauer.

Este livro foi desenvolvido por um dos grupos de estudo (Diversidade e Inclusão) do Programa de Iniciação Científica da Faculdade Presidente Antônio Carlos (FUPAC/Unipac de Uberaba) e apresenta uma análise acerca da realidade experimentada na educação escolar indígena no estado do Pará.

Com um grupo composto por profissionais da educação do Pará, do Amazonas e de Minas Gerais o estudo se concentrou em uma reflexão acerca dos desafios atuais para a efetividade do direito fundamental à educação dos povos indígenas no Brasil.

O universo de análise selecionado pelo grupo de trabalho para abordar esse direito como primado de uma educação intercultural em que as comunidades indígenas possam ter suas necessidades e interesses satisfeitos, foi o Estado do Pará.

O objetivo central foi desvelar se a política estadual de educação contempla as diretrizes asseguradas pela Constituição Cidadã, promulgada em 1988, em relação ao reconhecimento dos direitos culturais dos povos indígenas. Afinal, se a legislação sustenta o direito à diferença, exige-se uma educação que permita aos indígenas vivenciarem na escola a sua própria cultura, sem terem que abdicar de sua língua, crenças e padrões culturais.

Com um delineamento metodológico incluiu a pesquisa telematizada, o estudo abordou também a compatibilidade do Plano Municipal de Educação de Santarém com os princípios do ensino indígena e apresentou a experiência da Escola Indígena Borari (Escola Municipal Professor Antônio de Sousa Pedroso), situada na comunidade de Alter do Chão.

Trata-se de um trabalho de viés qualitativo, a partir de um método analítico-interpretativo, que agrega ainda uma análise da legislação vigente. Para alcançar o objetivo proposto realizou-se um amplo levantamento bibliográfico, seguido de uma consulta de publicações e dados teóricos referentes ao tema.

Selos de reconhecimento

Impresso
De R$ 45.55 por:
R$ 39,48

Ebook (PDF)
R$ 25,19

Tema: Etinologia, Estudo Das Minorias, Educação, Didáticos, Ciências Humanas E Sociais Palavras-chave: cultura, educação, indígena

Características

Número de páginas: 136
Edição: 1(2021)
Formato: A5 148x210
ISBN: 9786500271614
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Polen

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.