Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

Iguais por direito (?)

Desigualdade, reparação racial e sub-representação negra no Brasil recente

Por: Fábio dos Santos Gonçalves

A escravidão influenciou a cultura e as heranças sociais do Brasil, marcando percepções e práticas sociais posteriores, que ecoam no trabalho degradado, e na indiferença moral das elites, no que diz respeito às carências da maioria. A hierarquia social que impera é perpetrada por substantivas desigualdades. Neste sentido, e buscando reparar os males causados por equívocos históricos, o legislador pátrio evocou a figura da igualdade, como valor basilar da Carta Magna brasileira. Este trabalho tem como objetivo apresentar os elementos filosóficos e jurídicos, que estabelecem o Princípio Constitucional da Igualdade como base jurídica adequada ao estabelecimento de políticas afirmativas relacionadas ao negro no Brasil. Tomando como método de investigação e reflexão a hermenêutica inerente à lógica de Pierre Bourdieu, que evoca a Violência Simbólica como estabelecedora e legitimadora de matrizes culturais, busca-se clarificar, filosófica e juridicamente, a adequação da igualdade material como norteadora das ações e políticas afirmativas em prol da mitigação das desigualdades raciais no Brasil. Com efeito, infere-se que em um país cuja história é manchada por uma longa e dura escravatura, e no qual os afrodescendentes constituem a maioria da população pobre, e a grande maioria da população indigente; e que tal situação guarda relação com a imoralidade da desigualdade, o suporte filosófico reside em saber que a igualdade não vai emergir da simples coexistência dos indivíduos, e que as políticas e ações afirmativas são, de fato, justificáveis e coerentes, juridicamente, constituindo alternativa inteligente e mensurável, em favor da busca, em favor da igualdade, que faz-se remédio jurídico legítimo, em prol da justiça social.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 43,83

Características

Número de páginas: 111
Edição: 1(2021)
Formato: A5 148x210
ISBN: 9786588781388
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 90g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.