Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

E X P E R I E N C I A R

construindo saberes

Por: Luciana Raimunda de Lana Costa - Liliane Lenz dos Santos - José Flávio da Paz

Em uma época em que sensibilidade e a empatia não são apenas possibilidades, mas sim uma necessidade, a obra “Experienciar: construindo saberes” apresenta-se no contexto educacional com pesquisas inéditas e/ou originárias de Pós-Graduação stricto sensu que priorizam conhecimentos e investigações heterogêneas alicerçadas em diversos campos do saber cujo objetivo perpassa a ciência e preocupa-se em ser um espaço de discussão, reflexão crítica e refrigério para a construção de sentidos em torno das diversas áreas do conhecimento.

Composta por três segmentos macros, em princípio, na parte intitulada “Contexturas Literárias”, esta obra traz três capítulos voltados às reflexões e construção de sentidos acerca de obras de expressão matogrossense e rondoniense. Assim, os capítulos discutem temas que perpassam o universo juvenil e suas relações sociais, a identidade e a representação do ser enquanto sujeito, bem como as condições de produção em que as obras foram desenvolvidas, seja no estado de Mato Grosso ou Rondônia. Eis que “Contexturas literárias é constituída como um amálgama imagética entre o real e o ficcional em que os limites entre a prosa e a poesia existem apenas como estudo e análise, pois se aproximam, se imbricam enquanto arte.

A segunda parte da obra, intitulada “Experiência em foco” traz três relatos de experiências desenvolvidas em sala de aula. Expõe práxis educacionais em que o estudante vivencia o ambiente escolar como protagonista da própria aprendizagem em atividades presenciais e/ou on-line, mas que provocam o aluno a interagir e/ou questionar seu meio sócio-histórico.

Esse segundo momento explora ferramentas interacionais e tecnológicas para possibilitar ao estudante construir, constituir e reconhecer a própria cognição seja buscando possibilidades de desenvolvimento e aprendizagem interdisciplinar em período pandêmico, seja leitura e produção literária com o auxílio de ferramentas tecnológicas no modo presencial, evidenciando o desafio do “como” praticar a leitura e a produção como prazer experiencial e contextualizado ao local em que se vive. Ou, ainda, explorando a aplicabilidade das ferramentas digitais em sala de aula virtual, expondo as dificuldades e aprendizagem vivenciada por alunos e professores em período pandêmico.

O terceiro segmento desta obra possui dez capítulos e intitula-se “Prismas da educação”. Apresenta capítulos que abordam as diferentes áreas do conhecimento como uma espécie de caleidoscópio. As primeiras discussões abordam uma crítica a respeito da importância da ciência e do ensino da filosofia para a sociedade e para a formação da criticidade do sujeito. O segmento traz também uma reflexão sobre a recepção de obras literárias observando a sua capacidade de quebrar o horizonte de expectativa do leitor juvenil. Já o quarto e o quinto capítulos do segmento trazem pesquisas que se propuseram a identificar, por meio de pesquisas quali e quantitativas, os principais desafios enfrentados pela comunidade escolar em relação às aulas remotas e/ou à educação financeira no ambiente educacional.

A terceira parte de “Experienciar: construindo saberes” é composta ainda por estudos que discutem o papel da disciplina de Artes Visuais no Ensino Básico das escolas públicas e particulares, bem como o trabalho do professor e o problema da ausência de mais salas para as atividades práticas das aulas. Ainda no sentido de direitos exigidos, há uma discussão sobre a busca dos povos nativos pelo direito à escola indígena, a visão que os indígenas têm sobre a própria presença nas escolas, o preconceito imposto pela sociedade não indígena e a essencialidade de uma escola indígena reivindicada, almejada e inserida nas necessidades universais de um povo que se apropria, se fortalece, produz saberes e conhecimentos como ser social e histórico.

O oitavo capítulo desta parte da obra traz reflexões acerca das concepções de professores de Ciências e Biologia em formação inicial e continuada a despeito de uma abordagem didática que é tendência nas discussões sobre a educação em Ciências no contexto atual: o ensino de Ciências por investigação. O nono capítulo discute sobre o lugar planejado para efetivar a fronteira Oeste da Capitania de Mato Grosso e Cuiabá, no século XVIII, e apresenta, ao mesmo tempo, uma investigação sobre como o estudo das imagens contribuem para o ensino de História. Por fim, o último capítulo da obra evidencia a relevância do processo educativo na formação individual e cidadã dos discentes, enquanto analisa o “Projeto de Vida” como ponto integrador de conexão e construção de significado entre educação escolar e vivência cotidiana dos estudantes.

Muito mais que pesquisa, acervo de reflexão científica e aporte teórico, esperamos que esta obra se torne para os leitores, sejam eles professores ou não, uma forma de experienciar o saber por meio da leitura. “Experienciar: construindo saberes” resgata e ressignifica o universo crítico-científico e suas nuances de forma transversal, inter, trans e multidisciplinar em uma obra que busca produzir efeitos e sentidos no leitor, mas também propõe um novo olhar sobre a educação. Sob esse viés de leitura, pesquisa e ressignificação de sentidos, convidamos à leitura dos 16 capítulos dessa obra que se expande, se amplia desde a construção de conceitos, à experiência, ao deleite, à representação do sujeito pesquisador e à voz do sujeito – professor.

Boa leitura!

Os autores.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 86,46

Ebook (PDF)
R$ 46,71

Tema: Linguagem Artística E Disciplinas, Educação de Filhos, Diversos Palavras-chave: 1., 2., 3., 4., costa, de, dos., educação., flávio., i., ii., iii., interdisciplinaridade., josé, lana, lenz, liliane, literatura., luciana, paz, raimunda, santos.

Características

Número de páginas: 412
Edição: 1(2021)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-65-89761-19-8
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Polen

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.