Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

Potencialidades da Moringa oleifera Lam. no Semiárido nordestino brasileiro

Esta página foi vista 41 vezes desde 29/09/2021

Por: Ana Luíza de Melo Lucena

A Moringa oleifera Lam. é uma espécie perene, arbórea, de crescimento rápido que foi introduzida no Brasil na Região Nordeste por volta do ano de 1950 e que, desde então, vem sendo cultivada nas demais regiões do país por conta do potencial de gerar renda através das diversas aplicações de usos. Uma revisão da literatura sobre a Moringa é indispensável para se obter uma visão precisa sobre o estado atual no âmbito científico, político e social desta espécie contribuindo assim, significativamente, em investigações futuras, além de divulgar e sumarizar as potencialidades e obstáculos a que o seu cultivo é sujeito. A partir disto, foi possível obter várias informações dos usos que a espécie pode propiciar, a começar pelas folhas, que são excelentes fontes nutricionais, disponibilizando grande quantidade de vitamina A, cálcio, ferro, vitamina C e potássio. Possui ainda diversas aplicações como medicamento alternativo e grande destaque como fonte de volumoso, sendo uma alternativa para alimentação humana e animal. As suas sementes podem ser utilizadas no tratamento da água e constituem excelente fonte de óleo, que tem sido aproveitado para a lubrificação de máquinas, na indústria cosmética, obtenção de biodiesel, atividade antimicrobiana e inseticida. Além disso, a Moringa é uma alternativa para o reflorestamento no Nordeste principalmente em áreas degradadas e desertificadas, por ser uma planta perene resistente à seca, pouco exigente quanto ao solo e tolerante a pragas e doenças, podendo ainda ser utilizada em sistemas com integração lavoura- pecuária-floresta (ILPF), Sistemas Agroflorestais diversificados (SAF’s) e Silvicultura. De maneira geral, a espécie necessita de incentivo público e privado para a o seu cultivo e propagação, além de estudos científicos e extensionistas para divulgação dos seus benefícios junto às comunidades rurais e público em geral, tendo em vista que as potencialidades da espécie ainda não são amplamente exploradas.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 47,17

Ebook (epub)
R$ 30,57

Características

Número de páginas: 122
Edição: 1(2021)
Formato: Pocket 105x148
ISBN: 9786500317268
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura s/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.