Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

A SUCESSÃO LEGÍTIMA NO DIREITO COMPARADO BRASILEIRO-URUGUAIO

Por: ROSARIO GIRARDI

O Direito das Sucessões designa o conjunto de normas jurídicas relativas à transmissão do patrimônio de uma pessoa que morreu a seus sucessores e ao direito de uma pessoa a receber a herança de outrem.

Há duas espécies de sucessão: a legítima (ou “ab intestata”) e a testamentária.

A sucessão legítima decorre da lei: morrendo a pessoa sem testamento transmite-se a herança aos herdeiros legítimos indicados pela lei, conforme a chamada “ordem de vocação hereditária”. Também será legítima a sucessão se o testamento caducar ou for declarado nulo.

A sucessão testamentária ocorre por disposição de última vontade em testamento. Havendo herdeiros necessários (cônjuge sobrevivente, descendentes ou ascendentes), o testador só poderá dispor de metade da herança. A outra metade constitui a chamada “legítima”, assegurada aos herdeiros necessários. Não havendo esta categoria de herdeiros, a pessoa poderá deixar seus bens por testamento livremente; terá plena liberdade para testar. Mas, se não for casado sob o regime de separação voluntária de bens, o patrimônio do casal será dividido em duas partes e o testador só poderá dispor da sua meação.

À luz do Direito Comparado, esta obra apresenta e compara os principais conceitos relacionados com a sucessão legítima no Direito Brasileiro e no Uruguaio: a ordem preferencial de chamamento dos herdeiros e as possíveis formas em que eles podem concorrer ao espólio; as condições sobre as quais dá-se o direito de representação; o direito real de habitação e os procedimentos da herança vacante e herança jacente. O instituto da “meação” é também comparado, considerando o regime de bens dos cônjuges ou companheiros e destacando suas diferenças com o instituto da sucessão.

Todas as pessoas nascem dentro de uma família e, em geral, durante sua vida formam outra família (ou, frequentemente mais de uma), normalmente deixando herdeiros e bens a inventariar. O fenômeno da globalização com a livre circulação das pessoas nos estados comunitários, como o Mercosul ou a União Européia, muitas vezes localizam falecido, herdeiros e bens em países com diferente jurisdição. Nesse sentido, esta obra busca contribuir para a harmonização e integração das normas jurídicas sobre a sucessão legítima no âmbito do MERCOSUL através de uma análise da legislação, doutrina e tendências jurisprudenciais do Brasil e Uruguai em matéria de Direito das Sucessões e das principais divergências existentes nos ordenamentos jurídicos desses países na matéria relativa à sucessão legítima.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 57,06

Tema: Morte E Luto, Direito Civil, Casamento, Relacionamento Conjugal, Família E Relacionamentos, Direito Palavras-chave: bens, companheiro, cônjuge, de, estável, herança, herdeiro, legitima, regime, união

Características

Número de páginas: 128
Edição: 1(2017)
Formato: A5 148x210
ISBN: 9788591582419
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.