Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

A COLETIVIZAÇÃO DO INDIVÍDUO ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

A Destruição Da Educação Através Das Políticas Educacionais

Por: Dener José Datti

A década de 30 foi marcada por revoluções e revoltas, tendo os movimentos sociais, culturais e principalmente educacionais aliados aos revolucionários da Intentona Comunista e ao Partido Comunista Brasileiro.

O Tenentismo começou com o fundador do Partido Comunista no Brasil, Luís Carlos Prestes. A Revolução de 35 queria derrubar o governo de Getúlio Vargas. O Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova tinha como cabeças Fernando de Azevedo, Anísio Teixeira, Roquete Pinto, entre outros que eram integrantes do Partido Comunista Brasileiro e do Partido Socialista. Eles apoiavam a revolução e a Intentona Comunista. É nesse quadro que vai sendo construída toda a história da educação brasileira, com o foco de se usar a educação para se conseguir apoio à revolução comunista e para se conseguir adeptos para a revolução armada.

Após a Segunda Guerra Mundial a URSS e a Internacional Comunista investiu pesado em movimentos sociais, culturais e educacionais no Brasil, a fim de instalar no Brasil uma ditadura comunista, da mesma forma que fez em Cuba, financiando a revolução e ameaçando os EUA.

Toda a educação brasileira foi focada nesse perfil. Paulo Freire não tinha intenção de alfabetizar, mas de usar a educação para a revolução armada, ele deixa isso claro em sua obra.

Esse trabalho é uma análise feita através de metodologia científica de pesquisa aplicada, com os principais documentos de educação nacional e sobre a história da educação no Brasil, provando que a legislação brasileira retirou propositadamente todo ensino diretivo e objetivo, devido aos ideais marxistas, provando diversas fraudes na educação brasileira, como a Psicogênese da Língua Escrita adotada pelo MEC em 2001, que é um verdadeiro absurdo, uma aberração e provando que foi sendo retirado o ensino diretivo, objetivo e instrucional da educação brasileira, a fim de se formar militantes, para ter um governo perpétuo no poder, com uma população doutrinada e dependente do Estado.

Essa obra apresenta a análise dos documentos oficiais governamentais da educação bem como da Constituição, Leis de Educação, LDB/96, BNCC, PNE, CONAE, PCNs e currículos estaduais e municipais brasileiros. Dentro dessa análise é feito um levantamento histórico da história da educação brasileira e os fatores que levaram à construção de todos os documentos atuais de educação.

As diretrizes atuais de educação possuem um histórico que vem desde a década de 30, com O Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, a Escola Nova, a Era Vargas, o governo Café Filho, João Goulart, o Regime Militar e o retorno da educação escolanovista e com direcionamento aos ideais coletivistas e marxistas.

Dener José Datti

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 67,58

Ebook (epub)
R$ 27,01

Tema: Política Educacional E Reforma, Direito Educacional E Legislação, Currículos, Educação, Direito, Desenvolvimento Humano Palavras-chave: bncc, brasil, coletivista, crianças, cultural, da, doutrinadas, doutrinação, educação, escola, escolas, escrita, estrutural, fhc, freire, ldb/96, língua, marxismo, marxista, nas, no, nova, paulo, psicogênese, socioconstrutivismo

Características

Número de páginas: 231
Edição: 1(2024)
Formato: A4 210x297
ISBN: 9786500930214
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura s/ orelha
Tipo de papel: Offset 90g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.