Agbook

Pense bem 3

Esta página foi vista 220 vezes desde 30/05/2018

Se políticos não podem falhar! Mídia, colunista e tudo mais que forma opinião. Também não!

Por: Antonio Peixoto da Silva

Síntese

Neste nosso livro que eu muito modestamente o defino como humanista, inspirador, pedagógico, provocador e libertador ao mesmo tempo. Nele nosso trabalho coletivo o leitor encontrará e se deparará ao longo com alguns dos principais motivos, que em maior ou menor medida, penso eu, fizeram e continuam sim fazendo com que muitos brasileiros de todas as camadas, por exemplo, no tocante ao nível educacional de cada um, idem, com relação ao nível social também de cada um. Não se deem conta e nem percebam, como provavelmente não perceberam outrora, pelo menos é exatamente isso o que está me parecendo, desde muito tempo. Que na verdade, nós nascemos e vivemos no País mais rico, promissor e abençoado do mundo! Ou na pior das hipóteses um dos.

Mas…

Com boa parte dessa mídia nacional atrasada, interesseira, tendenciosa, quando se trata de informar e direcionar pessoas, multidões, influenciando a meu ver de forma equivocada grande parte da nação, principalmente, quando se trata de informar e da notícia sobre política e sobre eles os próprios políticos em si em especial. A tal ponto, de em alguns casos e situações, pasme, além de não informar as coisas direito e de forma imparcial, apartidária, ainda por cima joga o povo brasileiro contra si mesmo, e contra o nosso próprio País também automaticamente, em uma espécie aí de salve-se quem puder. Por exemplo, através de um comentário escrito ou falado de forma equivocada, não patriótico, por um ou outro formador de opinião pertencente e a serviço destes mesmos tais grupos de comunicação nacional. Os maus exemplos nesse sentido são vários e tem para todos os gostos e desejos. E quem não tem maturidade e conhecimento suficiente a tal ponto de sabe filtrar informação, ou informações, sobre esse assunto, adequadamente, é claro, que é presa muito fácil desse tipo de coisa completamente reprovável e abominável ao mesmo tempo.

Eu acho fundamental que cada brasileiro observe de forma racional, e, portanto, livre de paixões, se as influências que se têm e vem recebendo, ele principalmente nestes últimos anos em diante. Ou seja, pegando do mês de março do ano de 2014 para cá, que foi quando se iniciou a Operação Lava Jato, passando pelos anos de 2015, 2016, 2017 e parte de 2018, período em que eu finalizei esse nosso livro. E colocado tudo isso, ou seja, todo esse jeito e forma de informar pessoas, e acontecimentos todos, dentro de um contexto estritamente jornalístico, e aí não importa se de direita ou de esquerda, ideologicamente. Tem ou não, digamos, feito bem e ajudado a torná-lo uma pessoa mais democrática, mais humana, que respeite e ame o nosso País, a nossa própria cultura e costumes, e principalmente mais politizada e esclarecida efetiva e corretamente. Que no fundo, sem dúvida, é o que mais importa nessa história como um todo!

Muito do que eu mesmo criei, coloquei e argumentei respeitosa, longa, inédita e democraticamente aqui nesse nosso livro, do início ao fim, gira justamente em torno disso. Mas, evidentemente, que tem mais…

Esclarecimento: eu usei o termo no plural aqui nessa minha síntese, porque o 5º capítulo desse livro é composto apenas com mensagens e reflexões, que tratam de temas variados, muito embora, de forma bem resumida. Reflexões estas escritas tanto por alguns convidados meus que eu convidei-os a participarem comigo desse meu modesto trabalho, e bem como por mim mesmo também. O restante do livro foi escrito apenas por mim.

Em suma, eu afirmo e declaro sem medo de errar, equivocado em alguns pontos e situações ao longo do mesmo, pode até ser que sim. Admito. Nada, em si tratando de alguma coisa escrita e desenvolvida ineditamente por humanos, por pessoas, é cem por cento perfeito. É? Não. Então.

Mas como eu vinha dizendo, esse livro foi escrito carinhosamente e sob medida para quem quer aprender ou reaprender a amar e respeitar o nosso próprio País; a respeitar todas as pessoas, mesmo as que pensam de forma muito diferente da gente mesmo, sobre qualquer que seja o assunto em debate, a amar e respeitar a própria família, coisa que se torna cada vez mais difícil nos dias de hoje, sejamos sinceros, a amar, respeitar e proteger a nossa democracia, penso eu, tão ameaçada, nos tempos atuais, o que é de uma gravidade, sem tamanho, e claro, ao menos respeitar, senão necessariamente, amar, que seria o mais correto, ideal e produtivo, ela, a própria política em toda sua extensão e abrangência possível... e tudo mais, claro, que gira em torno desses mesmos tais temas, e assuntos, digamos, espinhosos, complicados e apaixonantes ao mesmo tempo. O nosso livro trata exatamente disto. Claro, e de outros temas mais, correlacionados.

Antonio Peixoto da Silva

Autor do livro.

Impresso
R$ 33,61

Ebook (PDF)
R$ 11,84

Tema: Partidos Políticos, Eleições, Democracia, Ciências Humanas E Sociais, Ciência Política Palavras-chave: democracia, jornalismo., política

Características

Número de páginas: 144
Edição: 1(2018)
Formato: A5 148x210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.