Agbook

O REINO DE PALMARES

A GUERRA DOS NEGROS

Por: ADEILSON NOGUEIRA

Estava o governador a ponto de sair do Recife com um reforço de dois mil homens e seis peças de artilharia, quando lhe chegou a notícia da conquista, parecendo esta de tal importância que das janelas do paço do governo se atirou dinheiro, e em ação de graças saiu uma procissão pelas ruas da cidade. Nas suas consequências para os vencidos assemelhou-se esta guerra às da antiguidade, sendo reduzidos a escravidão todos os sobreviventes. Separou-se para a coroa um quinto, e o resto repartiu-se como presa pelos soldados, sendo transportados para partes remotas do Brasil ou para Portugal todos os que pareceram capazes de fugir ou de vindicar a sua liberdade.

Ficaram em Pernambuco as mulheres e as crianças, cruelmente separadas de seus pais umas, dos maridos as outras. A necessidade de extirpar das próprias fronteiras semelhantes inimigos é clara e indisputável, mas nascera do nefando sistema da escravidão, e por certo poder-se-ia com mais humanidade ter usado da vitória.

Os negros dos Palmares que, fugindo à escravidão, ali se haviam estabelecido no princípio da guerra holandeza. Não se vendo atacados pelos Portugueses, tinham eles mesmos tomado a ofensiva, infestando os distritos de Porto Calvo, Alagoas e São Francisco do Penedo, e até lugares mais próximos ainda da sede do governo.

Engrossavam-lhes continuamente o número de escravos que buscavam a liberdade, e homens de cor, que fugiam à justiça. Comunidade assim recrutada carecia de proporcional suprimento de mulheres, e como os primeiros romanos não tinham estes negros outros meios de obtê-las senão à força. Onde quer que caíam levavam negras e mulatas, tendo por suas mulheres e filhas os portugueses de pagar resgate em armas, dinheiro ou no que exigia o inimigo.

A única narração que existe da breve mas memorável história deste povo, foi escrita por aqueles que o exterminaram, mas faz-lhe inteira justiça, nem poderá ser lida sem tal ou qual sentimento de respeito pelo caráter daquela gente e de compaixão pela sua sorte.

Impresso
R$ 40,28

Ebook (PDF)
R$ 22,60

Tema: Historiografia, Antigo, América Latina, Não Ficção, Geografia E Historia, Educação Palavras-chave: brasil, histÓria, palmares

Características

Número de páginas: 27
Edição: 1(2019)
Formato: A4 210x297
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.



Personalizar acabamento
Para comprar cópias com opções de acabamento diferentes entre si, é necessário adicionar uma versão de cada vez ao carrinho.

Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.