Agbook

A CASA DRACULEA

EM MOEDAS

Por: ADEILSON NOGUEIRA

Em uma carta a Corvino de 2 de fevereiro, Vlad Drácula escreveu:

“Matei camponeses, mulheres, idosos e jovens que viviam em Oblucitza e Novoselo, onde o Danúbio deságua no mar, até Rahova, que fica perto de Chilia, do baixo Danúbio a lugares como Samovit e Ghighen. Matamos 23.884 turcos sem contar aqueles que foram queimados vivos em suas casas ou aqueles cujas cabeças foram cortadas por nossos oficiais... Então, alteza, deve-se saber que eu quebrei a paz com ele (sultão Muhammad II).”

Em resposta a esses eventos, o sultão Muhammad II levantou um exército de cerca de 80.000 homens e 30.000 irregulares e, na primavera do mesmo ano, seguiu para a Valáquia. Tendo forças muito mais baixas à sua disposição do que os turcos, 30.000 a 36.000 homens e jovens a partir dos 12 anos de idade, dependendo das fontes, Vlad não conseguiu impedir que os otomanos cruzassem o Danúbio em 4 de junho de 1462 e entrassem na Valáquia. Vlad começou a organizar pequenos ataques e emboscadas contra o exército otomano, como o famoso ataque noturno, onde 15.000 soldados turcos foram mortos. Isso enfureceu Muhammad II, que atravessou o Danúbio para comandar pessoalmente seu exército. Este movimento, no entanto, não foi resolvido e, com exceção de algumas referências do lado turco, todas as outras crônicas da época relatam a derrota sofrida pelo sultão em 1462. Aparentemente, os turcos se retiraram tão rapidamente que em 11 de julho de 1462 o sultão já estava em Adrianópolis. A vitória de Vlad, o Empalador, foi celebrada pelas cidades saxônicas da Transilvânia, pelos estados italianos e pelo papa.

A existência da cunhagem de Vlad Dracul é conhecida a partir de uma carta comercial datada de 1437, na qual Vlad concedia privilégios alfandegários aos comerciantes de Brasov. A carta menciona que ambos os ducados e bani foram batidos por ele. Essas moedas foram publicadas pela primeira vez no início do século XX, e o artigo mais recente sobre a cunhagem de Vlad II Dracul registrou apenas sete espécimes desta edição: seis em coleções públicas na Romênia e a sétima no Museu Fitzwilliam. Essas moedas extremamente raras são a referência numismática mais próxima do reinado do famoso Vlad III (Drácula), que não possui cunhagem própria.

Impresso
R$ 50,59

Ebook (epub)
R$ 22,60

Tema: Moedas & Medalhas, Medieval, Europa, Geografia E Historia, Biografia, Antiguidades E Colecionáveis Palavras-chave: drácula, história, transilvânia

Características

Número de páginas: 169
Edição: 1(2020)
Formato: A4 210x297
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.



Personalizar acabamento
Para comprar cópias com opções de acabamento diferentes entre si, é necessário adicionar uma versão de cada vez ao carrinho.

Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.