Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

PERNAMBUCO

Por: Luiz André Costa

— Socorro...! Atenção e cuidado para perder muito tempo lendo! O livro “Pernambuco” é simplesmente muito insuportável de bom..., eu quero ler de novo! — dirão os leitores deste primeiro livro de Luiz André Costa.

Em quase trezentas páginas, repletas de erros de português e flashbacks, o autor conta a história de Wando, um vaqueiro pobre do Sertão do Estado de Pernambuco, contador de histórias que vocês nunca ouviram, e sonhador pois ele sonhava até acordado – algo que o fez ganhar o apelido de "Han", porque esta era a reação dele, quando alguém o retirava o mundo da lua: — Han?! Han?!

— Bééééééér! — Hirihirihirihirihiri! — Wando, na solidão do pequeno sítio onde morava, deitado na rede do terraço de sua casa, próximo de alguns de seus animais – a égua Chiclete e a cabrita Tagarela –, sonhava conhecer os Estados Unidos da América, encontrar um destino na vida, e sua cara metade. No Forró do anão Beto e da irmã do mesmo, Maria, que Wando frequentava, e em seus delírios, o vaqueiro explicou, direta ou indiretamente, o porquê do sonho de conhecer a terra do “tio Sam”.

Muito longe do Sertão ensolarado, nos Estados Unidos da América, durante uma nevasca na Times Square, em Nova York, a ansiosa Linda estava sentada à mesa, dentro de um requintado restaurante, ao lado de suas amigas, a extrovertida Ayla e a tímida Violet. As três eram jovens jornalistas americanas de uma conceituadíssima revista. Depois de um acontecimento inusitado, Linda começou a desejar conhecer o Sertão de Pernambuco. Ayla conhecia um pouco da culinária brasileira, e Violet estudou algumas coisas sobre o Sertão.

Um vaqueiro pobre do Sertão de Pernambuco realizará os sonhos dele de conhecer os Estados Unidos da América, encontrar um destino na vida e sua cara metade? Linda conhecerá a terra do vaqueiro contador de histórias? Os destinos de Wando e Linda irão se cruzar? O que Ayla conhece da culinária brasileira é importante? Violet aprendeu o quê sobre o nosso país? Nessa história repleta de surpresas o autor, Luiz André Costa, revela tudo isto de forma muito divertida.

O livro Pernambuco não é só romance e aventura, pois também tem sua função social, nos trechos em que uma idosa contou para Wando o drama dela de infância pobre, fome e morte, durante os períodos de seca no Sertão – o vaqueiro se perguntou chorando: “O que é que ela qué?!” — Já no contexto de Max, o diretor da revista onde as três jornalistas trabalhavam, a função social entra em risco, porque ele, numa reunião com Linda, mostrou um objeto para ela, afirmando se tratar de uma arma perfeita, pois “onde mirar acerta”, e, após o marketing certo, os americanos enlouquecerão de comprar. — Pá...! Pá...! Pá...! Pá...! Pá...! Pá...! — ouviu-se, 'lamentavelmente', naquele momento, e gritos.

O livro “Pernambuco” também aborda, de forma sutil e/ou interpretativa, questões relacionadas a racismo, quando Wando explicou algo para Maria; segurança no trânsito – ao viajar, sem riscos; vício em drogas – porque o Wando achava melhor outra coisa; imigração, porque o vaqueiro queria chegar aos Estados Unidos da América; e feminismo, destacado por duas mulheres que filosofaram para Wando.

A história de Wando foi sofrida, mas em alguns momentos de sofrimento e desprezo, uma alma boa e caridosa o ajudou, protegendo-o, e elevando sua autoestima.

No último capítulo, o pessoal daquele filme “O Exorcista” ficará com inveja da quantidade e força da possessão existente naquela parte. O autor sugere aos leitores que controlem-se durante a leitura do capítulo, e, principalmente, não leiam o livro de trás para frente, para não perder a graça.

Boa leitura!

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 52,61

Tema: Autoajuda, Ficção e Romance, Humor, Animals, Motivacional, Relacionamentos Palavras-chave: aventura, eua, humor, pernambuco, romance

Características

Número de páginas: 281
Edição: 1(2020)
Formato: A5 148x210
ISBN: 978-65-000-9370-4
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.