Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

A Independência do Brasil e a educação necessária

Por: Hilda Karina da Silva Lobato, Claudéte Inês Kronbauer; Leilane Virgínia Vieto Penariol; François Silva Ramos.

A independência do Brasil aconteceu em 1822 e teve como grande marco simbólico o "grito da independência", que foi realizado por Pedro de Alcântara (D. Pedro I), às margens do Rio Ipiranga, no dia 7 de setembro.

Contudo, mesmo após 199 anos, o País carece do que há de mais essencial para que essa independência se consolide: educação de qualidade, inclusiva e comprometida com o desenvolvimento pleno do povo.

Sem educação não há democracia, a cidadania não se efetiva e a igualdade delineada na constituição Federal de 1988 não encontra condições essenciais para sua concretização.

Os quatro capítulos que integram o presente livro provocam uma reflexão que apresenta algumas iniciativas que podem contribuir para mudar o cenário de descrença em relação a uma convicção historicamente concebida e que identifica o Brasil como o País do futuro.

No capítulo inaugural a Dra. Hilda Karina da Silva Lobato aborda a educação ribeirinha no estado do Pará e os desafios que ela enfrenta devido ao descaso governamental. Na mesma oportunidade apresenta a sua importância no processo identitário dos ribeirinhos e a necessidade de reconhecê-la como uma força de resistência contra-hegemônica no que se refere à educação tradicional. Por fim, promove sua apresentação como um instrumento fundamental ao desenvolvimento da cidadania nessas comunidades.

Francélia de Jesus Uchôa Paiva, Claudéte Inês Kronbauer e Ary Luiz de Oliveira Peter Filho assinam o excelente “Resolução nº 1, de 30 de maio de 2012 e o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos como instrumento que contribuir para a efetivação do primado da independência no Estado brasileiro” (capítulo 2) e provocam uma profunda reflexão sobre a importância do respeito ao semelhante como requisito da idealizada independência nacional.

Já no capítulo 3, Leilane Virgínia Vieto Penariol, François Silva Ramos e Marcos de Oliveira Gonçalves Toledo abordam a proposta de pedagógica de Loris Malaguzzi e sua aplicabilidade na educação infantil durante a pandemia de covid-19 como uma ferramenta a contribuir com a formação ética, para o respeito à diversidade e o exercício da cidadania e sua possível contribuição na consolidação dos valores da Independência do Brasil.

No capítulo de encerramento, as acadêmicas Flávia Claudino Bessa; Keila Fagundes; Leandra Sinara de Oliveira; Poliana Freitas Rodrigues; do curso de graduação em Biomedicina da Uniasselvi tratam de como a intoxicação alimentar ainda é um problema da saúde pública quase dois séculos após a Independência do Brasil e refletem sobre a imprescindibilidade da educação no processo de seu enfrentamento.

Assim, o leitor tem em mãos uma obra que pode contribuir para o desenvolvimento de uma reflexão crítica sobre a realidade brasileira no século XXI.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 43,92

Ebook (PDF)
R$ 21,96

Tema: Educação de Filhos, Educação Palavras-chave: dignidade., educação, independência

Características

Número de páginas: 104
Edição: 1(2021)
Formato: A5 148x210
ISBN: 9786500303513
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Polen

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.