Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

Quadras metapoemáticas

poemas

Por: Valdecir de Oliveira Anselmo

A poética imiscuída nessas quadras está impregnada da busca pelo sentido que um termo deixa transluzir num contexto poético - a acepção. E, por conseguinte, há uma preterição dos tropos (emprego de palavra ou expressão em sentido figurado) por uma predileção pelas palavras e seus significados. As palavras no universo poético dessa obra são diletas no afeiçoamento do autor e elas sobrepujam as expressões e falam por si mesmas, sendo inteligíveis consoante ao contexto poético.

Há uma identidade metapoemática que permeia e concede coesão à obra. As palavras buscando coexistência nessa contextualização do fazer poético. Sendo a rima um ligame indelével, aqui imprescindível. É uma escolha feita pelo autor, norteado por suas convicções.

Nessas quadras não há dolência. Não há um flébil suspiro. Há tão somente um colóquio com o fazer em si. Um colóquio com a Poesia. Um colóquio com as Palavras. Um colóquio com o Entusiasmo. Um colóquio com a Inspiração. Um colóquio com o que nos leva a fazer. Pois POESIA vem do grego “poíesis”, que significa ‘ação de fazer algo’, pelo latim poese, + -ia .

O Entusiasmo nos leva a fazer algo. A Inspiração nos leva a fazer algo. A Poesia nos leva a fazer algo. As Palavras nos levam a fazer algo. Et cetera.

O principal objetivo dessas quadras é dar voz às palavras. E elas falam com mansidão e blandície, em melifluência poética. Ao menos assim é pretendido.

Para intróito essas duas quadras e que elas falem por si mesmas:

Não é proposta intencional

Surge como imanência

Como algo natural

Esse parte da essência.

Assim é o que faço

Sem jogos de falsidade

Sem desespero, sem despedaço

Somente a minha verdade.

Impresso
R$ 35,52

Ebook (PDF)
R$ 17,22

Tema: Literatura Nacional, Poesia Palavras-chave: metapoemas, poemas, poesias, poéticas, quadras

Características

Número de páginas: 112
Edição: 1(2016)
Formato: A5 148x210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

Selo_norton

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.