Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO

Agbook

Sharenting e os direitos de personalidade da criança

Por: Tâmara Silene Moura de Jesus

Esta pesquisa tem por objetivo avaliar até que ponto a superexposição de imagens e informações de crianças nas redes sociais, mais conhecido como Sharenting ou (Over)Sharenting, é compatível com os seus direitos à personalidade, especialmente sua imagem e privacidade. O tema analisado traz como justificativa a preocupação com a exposição dessas crianças, pois na maioria das vezes torna-se exagerada por parte dos genitores que são justamente aqueles que deveriam zelar pela proteção e interesse dos seus filhos. Nesse contexto, indaga-se se os pais violam os direitos da personalidade de seus filhos aos expô-los nas redes sociais. Para tanto, passa-se, primeiro, pelo entendimento sobre o fenômeno Sharenting ou (Over)Sharenting. Na sequência pelo aprofundamento da concepção jurídica atual de autoridade parental e de direitos da personalidade de crianças. Em seguida, segue-se pela discussão a respeito dos limites para essa exposição, e qual a melhor maneira de manter a criança segura nesse meio a fim de intervir nesse fenômeno. A metodologia utilizada foi uma abordagem dedutiva e qualitativa, buscando referências documentais e bibliográficas que fundamentam o trabalho. Após discutir sobre a problemática, observa-se que são inúmeras as implicações desencadeadas a partir dessa problemática, duas delas são: não atender os próprios interesses da criança, deixando-as ainda mais vulneráveis com essa violação ao direito de personalidade e o outro se trata de não estar alinhado pela função da autoridade parental. Além disso, considerando que às crianças é garantido o direito ao respeito e este envolve a preservação de sua imagem e privacidade, há fundamentos suficientes para concluir a abusividade de determinadas práticas. Enfim, verifica-se que é necessário que se tenha um equilíbrio em relação a prática, uma vez que as crianças são detentoras de direitos e que não podem tê-los feridos por práticas como o Sharenting.

Selos de reconhecimento

Impresso
R$ 43,88

Tema: Direito Educacional E Legislação, Direito Civil, Defesa Da Criança, Direito, Ciência Política Palavras-chave: de, direitos, personalidade, sharenting

Características

Número de páginas: 112
Edição: 1(2021)
Formato: A5 148x210
ISBN: 9786588781456
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 90g

Livros com menos de 70 páginas são grampeados; livros com 70 ou mais páginas tem lombada quadrada; livros com 80 ou mais páginas tem texto na lombada.




Comentários (0 comentários)

Deixe seu comentário:

Nome

Email (não será publicado na página)

Comentário

Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


SEGURANÇA

FORMAS DE PAGAMENTO

Boleto Bancário Itaú Transferência online Banco do Brasil Transferência online Bradesco Transferência online Itaú Cartão Visa Cartão MasterCard Cartão American Express Cartão Diners Cartão Hipercard
Todo o conteúdo dos livros é de exclusiva responsabilidade de seus autores, sem nenhum tipo de responsabilidade editorial da AgBook, responsável unicamente pela comercialização e entrega.